Criatividade e inovação serão levadas para comunidades vulneráveis em novo projeto da AlfaSol

Parceria com o Explorum Educacional beneficiará diretamente 160 jovens

O novo projeto da AlfaSol, realizado em parceria com a Samsung, por meio da plataforma Explorum Educacional, vai levar para a sala de aula um novo modelo de aprendizagem. 160 jovens de comunidades da Zona Sul de São Paulo, com idade entre 15 a 24 anos, serão apresentados a um conceito inovador de formação integral, aprendizagem criativa e prototipação sob ensinamentos de empreendedorismo, maker e tinker.

O objetivo do projeto é desenvolver uma estratégia nas comunidades oferecendo uma nova experiência de aprendizagem por intermédio de um processo híbrido educacional.  “Vale lembrar que o erro faz parte do processo e o objetivo é a aprendizagem pelo prazer. Queremos transformar a dinâmica da sala de aula para uma nova linguagem de integração, além de estimular as habilidades dos jovens”, disse Eduardo Azevedo, Co-CEO da Explorum.

 

Maristela Barbara e Eduardo Azevedo

Início

As aulas começarão no dia 1º de março e tem duração de 10 meses, sendo quatro comunidades participantes do projeto.  “A gente acredita que as comunidades serão impactadas direta,  porque o objetivo é que o conhecimento seja repassado por meio dos próprios jovens, que eles se tornem líderes e multiplicadores desse conhecimento e, com isso, contribuam para desenvolver as comunidades que estão inseridos”, falou Maristela Barbara, Diretora da AlfaSol.

O projeto também visa contribuir com o desenvolvimento das habilidades socioemocionais, específicas, além dos Laboratórios de Aprendizagem Criativa. “Essa metodologia envolve diferentes fatores, ou seja, a possibilidade dos jovens gerarem rendas com o aprendizado, a inserção no mundo de trabalho, a promoção da autonomia, inclusão social e a melhoria da qualidade de vida dos jovens da comunidade”, explicou Maristela.O projeto foi apresentado nesta quinta-feira (08), para os educadores da AlfaSol.