Aluna da EJA se classifica para curso técnico no Instituto Federal do Piauí

Currículo integrado na EJA incentivou Isabel Cristina voltar aos estudos

Quando saiu a divulgação do exame para técnico em cozinha, do Instituto Federal do Piauí (IFPI), a estudante Isabel Cristina Silva, 36 anos, deixou que as amigas olhassem o resultado. “Fiquei nervosa. Achei que não iria passar”, disse. Hoje, Isabel espera as aulas começarem e diz que o curso faz parte da meta que traçou desde que voltou a estudar: cursar gastronomia e, posteriormente, abrir o próprio restaurante.

O primeiro contato com empreendedorismo foi em sala de aula com os monitores da AlfaSol, que atuam integramente com os professores da Educação de Jovens e Adultos (EJA), em Teresina. “Trabalhei por um tempo numa lanchonete e sempre fui muito comunicativa. Quando soube do curso junto às aulas básicas, me senti mais incentivada porque queria ter um empreendimento, mas não sabia por onde começar”, contou Isabel.

O incentivo aconteceu no momento certo, para a estudante. Ela, que já tinha tentado voltar à sala de aula em outros anos, buscou motivação devido ao desejo de não apenas estudar, mas de se qualificar profissionalmente. “Voltei a estudar em 2010, mas deixei por conta do cansaço. Depois de ficar dois anos desempregada, percebi que juntando o estudo com a possibilidade de aprender uma habilidade profissional, eu poderia seguir adiante com meus planos”.

Isabel deixou de estudar para cuidar dos irmãos e ajudar os avós dentro de casa. Hoje, com dois filhos, ela quebrou o ciclo de abandono escolar dentro de casa. “Não quero que meu filho se desmotive com os estudos e justifique isso porque eu precisei deixar de estudar. Quero ajudar com as tarefas e que ele tenha orgulho disso”.

Alfabetização Solidária (AlfaSol)

R. Pamplona, 1005, 4º andar - Edifício Ruth Cardoso
CEP: 01405-200 | Jardim Paulista | São Paulo (SP)
Tel.: 55 11 3372-4300 | Fax: 55 11 3372-4339